ISCSI – O que é, como funciona, principais diferenças e para que serve?

De Wiki Locaweb
Ir para: navegação, pesquisa

A sigla iSCSI, é o acrônimo para Internet Small Computer System Interface.


Índice

O que é iSCSI?

Trata-se de um protocolo de transporte desenvolvido para permitir a comunicação de blocos de dados entre origem (Initiator) e destino (Target) através de redes TCP/IP, possibilitando que comandos SCSI sejam encapsulados em pacotes IP.


Como funciona?

Através do protocolo iSCSI, o acesso à unidade de armazenamento ocorre em nível de bloco (Block Level), ao contrário do que ocorre com os protocolos CIFS e NFS, onde o acesso é realizado em nível de arquivo (File Level).

Seu funcionamento é bem simples, onde determinada aplicação origina uma requisição (leitura ou escrita) com destino ao volume armazenado em storage, o Sistema Operacional cliente (Windows, Linux..) gera o comando SCSI correspondente e o encapsula em um pacote IP, transmitindo-o normalmente por meio de uma rede ethernet.

Ao atingir seu destino, este pacote é recebido pelo iSCSI Target que extrai o comando SCSI, e o interpreta.


Principais diferenças?

No Block Level, o gerenciamento do File System é feito pelo host e desta forma, apenas pacotes SCSI trafegam entre o Initiator e o Target, fazendo com que o Sistema Operacional cliente (iSCSI Initiator) reconheça o volume alocado em storage como se fosse um disco local.

Já no File Level, o File System está do lado do dispositivo de armazenamento de arquivos, bem como o protocolo para compartilhamento deste File System, seja CIFs, NFS, ou FTP, também é executado do lado do file server.


Para que serve?

As características do protocolo iSCSI o tornam ideal para o armazenamento de dados em um volume alocado em storage, entretanto, o fazem inadequado para o compartilhamento deste, uma vez que, caso ocorra acesso simultâneo a partir de mais de um cliente (iSCSI Initiator) diretamente conectados ao storage, poderá haver corrompimento de arquivos, entre outras instabilidades imprevistas.

Uma vez empregado o protocolo iSCSI, caso a necessidade de compartilhamento do volume armazenado em storage seja imprescindível, deverá ser feito a partir do Sistema Operacional, onde apenas um dos clientes deverá estar diretamente conectado a rede de acesso ao storage, e os demais o deverão fazer a partir do mapeamento desta unidade.

Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas
Criar um livro